20140621_carris_724

Relato do percurso da carreira da Carris “724″

Num Sábado de aguaceiros, 21 de Junho de 2014 às 09h00, 7 participantes percorreram, a correr, o décimo primeiro percurso do “corredor do BUS”, o da carreira da Carris “724″. Esta carreira, com cerca de 12.000 metros, liga Alcântara à Poontinha, e foi percorrida no sentido ascendente.

Antes

Cheguei bem cedo, mesmo bem cedo. Tão cedo tão cedo que, para não ficar ao frio e à chuva no Largo do Calvário (ponto de encontro combinado), fui de eléctrico até ao cemitério da Ajuda e voltei. Voltado, a chuva teimava em cair mas, lá foi chegando uma companheira de viagem, depois outro, e mais dois, e éramos sete.

Debaixo do apertado telheiro da paragem, fomos combinando estratégias alternativas para fugir à chuva de Verão. O Verão, sim, começava nesse dia e a chuva estava lá para nos lembrar disso. Chegámos então à estratégia perfeita, a hora era a ideal, e tinhamos de avançar.

Pedimos a um transeunte que por ali estava se nos podia fotografar e, não é que o simpático fotógrafo já tinha fotografado parte do grupo nesta ocasião? O Mundo é mesmo pequeno…

Durante

Avançámos então até ao ponto de início da carreira, na Calçada da Tapada e, começámos a subir. A carreira que iamos percorrer, de distância média, caracteriza-se por ter “só” uma subida, de Alcântara até ao topo de Monsanto. Fomos subindo, rodeados de árvores, passando por um cenário de devastação estilo “furacão”, e com os aguaceiros providencialmente, a pararem.

Chegados ao topo de Monsanto, encontro com as Tartarugas Solidárias (grupo da caminhada), e seguimos em direcção ao Bairro da Boavista, deixando a mancha verde para trás. Com o grupo sempre junto, fomos avançando em direcção à Pontinha, passando na Estrada de Benfica e Cemitério de Benfica. Neste percurso, e nesta vez, não nos deparámos com muito lixo, bem ou mal acondicionado. Encontrámos somente alguns edifícios abandonados e alguns carros mal estacionados.

Chegados à Pontinha, fotografia de grupo e distribuição dos vouchers para o sorteio de um dorsal da II Corrida dos Montes Saloios antes das combinações para o regresso.

Depois

Alguns de carro, outros de autocarro. Eu e o João Duarte optámos por voltar a correr. Grandes desafios se aproximam e torna-se necessário aumentar (gradualmente claro) a carga de quilómetros semanais. Viemos então por outro percurso, citadino também, passando pelo estádio do Sport Lisboa e Benfica, e tirando uma fotografia na estátua do Eusébio para a posteridade e como demonstração de fairplay.

Chegados à Praça de Espanha, despedimo-nos, e cada um foi para seu lado. O João para o Largo do Calvário, onde tinha o carro, e eu até casa, onde tinha o carro também, não sem antes passar no mega picnic da marca de supermercados na Avenida da Liberdade, a fazer um reconhecimento ao terreno.

Mapa do percurso

Clique aqui para visualizar o mapa do percurso.

Galeria de imagens

Fotografias do “corredor do BUS”.

Próximo percurso

Os próximos percursos a realizar são os das carreiras Carris “796” (Campo Grande – Galinheiras) e “798″ (Galinheiras – Campo Grande), no Sábado 5 de Julho de 2014 às 09:00, com início no Campo Grande, em Lisboa. Juntas-te ao “corredor do BUS” nesse dia?