Relato do percurso da carreira da Carris “18E″

16 participantes juntaram-se no dia 24 de Maio de 2014 às 17h00 para percorrer o nono percurso do “corredor do BUS”, o da carreira da Carris “18E″. Esta carreira, com cerca de 6.300 metros, liga o Cais do Sodré ao Cemitério da Ajuda, e foi percorrida no sentido ascendente.

O grupo no Cais do Sodré

O grupo no Cais do Sodré

Antes

Em dia de final da Liga dos Campeões, decidi-me a ir bem mais cedo para o ponto de encontro, de casa, a pé, de forma a aproveitar toda a energia festiva da multidão Espanhola que veio para Lisboa viver a emoção do futebol.
No Terreiro do Paço, o “festival da final” servia de centro nevrálgico na zona, já com muita garrafa e copo vazio espalhado pelo chão, nada que não se limpasse facilmente. Continuando para o Cais do Sodré, no Passeio da Ribeira das Naus as obras decorriam a todo o vapor… Com retroescavadora incluida, em manobras, em cima do passeio onde milhares de pessoas passavam, umas mais sóbrias do que outras (algumas muito menos sóbrias do que as outras, mesmo), sem um assistente “a pé” perto da máquina, bicicletas, carrinhos de bebé, estave um pouco perigoso, na minha opinião. No Cais do Sodré, o estacionamento, caótico, carros por todo o lado, nem um passeio havia livre para passar. Entendo e gosto do turismo, e que venham turistas mas, por vezes, as autoridades competentes esquecem-se de preparar as infraestruturas necessárias ao conforto de todos, adiante.

Durante

Após a foto de grupo, arranque em direcção à Ajuda. A primeira parte do percurso, até ao Largo do Calvário, plana, e a servir de aquecimento para as três “rampazitas” que nos esperavam. No Calvário, o primeiro reagrupamento e o arranque então, “up, up and away”. No cimo de cada rampa reagrupámos. O grupo esteve forte e coeso, não houveram atrasos, nem nas subidas, e nem as estreantes nas carreiras se deram mal, antes pelo contrário.
Chegada ao final do percurso, nova foto de grupo, despedida de alguns membros e preparação para a continuação.

Depois

Alguns dos participantes tinham o carro na Ajuda, e ficaram logo por ali. A maioria, voltou a correr ao Cais do Sodré. Descemos em direcção a Belém, atravessámos para a beira Rio perto da estação fluvial de Belém onde ainda nos cruzámos com o Pedro, e viemos correndo até ao ponto de origem.
Despedidas feitas, ainda segui a pé para casa, embora a festa na zona estivesse já terminada, pois faltavam somente cerca de 40 minutos para o início do jogo.

Mapa do percurso

Clique aqui para visualizar o mapa do percurso.

Galeria de imagens

Fotografias do “corredor do BUS”.

Próximo percurso

O próximo percurso a realizar é o da carreira Carris “712″, na Sexta-feira, 6 de Junho de 2014, às 21h00, como início em Santa Apolónia, em Lisboa. Juntas-te ao “corredor do BUS” nesse dia?